Ponto V!

Home Game Design Classificação dos jogos Gêneros de Jogos – Simuladores
Vinícius Godoy de Mendonça
Gêneros de Jogos – SimuladoresImprimir
Escrito por Vinícius Godoy de Mendonça

Simuladores tentam trazer a emoção de dirigir um carro em alta velocidade ou mesmo pilotar um caça para dentro da tela dos computadores. Existem basicamente dois tipos de simuladores: aqueles feitos para serem divertidos e aqueles feitos para serem realistas.

Uma caraterística muito interessante da indústria dos simuladores é a importante participação da venda de hardwares. Os fãs do gênero adquirem volantes, manches e joysticks para simular com perfeição os controles de seu veículo predileto. Essa característica é hoje fundamental em qualquer simulador, seja no menos ou no mais realista.

A absurda maioria dos jogos desse gênero usam como tema carros ou aviões. Por isso, esses jogos serão os mais abordados nesse artigo.

Simuladores divertidos

Need for speed carbon - balanço entre realismo e diversão Jogos como Need for Speed, ou Combat Flight Simulator não são criados com o intuito de ser uma réplica perfeita da realidade. Em Need for Speed Underground, por exemplo, os carros não amassam, exceto quando um acidente de grandes proporções acontece. Do contrário, são jogos criados com o propósito de divertir o jogador, seja através do desafio do combate, da perseguição, ou mesmo por proporcionar a experiência de pilotar um veículo de forma agressiva.

Na verdade, alguns jogos podem ser bastante afastados da realidade, como é o caso de Mario Kart, ou permitir ao jogador a experiência de usar um veículo fantástico, como no antigo, porém clássico, X-Wing versus Tie-Fighter.

stunts Um bom exemplo disso é o jogo Stunts, também conhecido como 4D Sports Driving, publicado pela Broderbund em 1990. Nele o jogador encarava o papel de um dublê, que deveria pilotar o carro saltando por pontes quebradas, fazendo loopings, desviando de obstáculos e até mesmo pilotando no gelo. Era também possível jogar com um oponente, que podia ser desde o tímido Berner Ruber, ou o temido e agressivo Skid Vicious. Infelizmente, esse jogo não teve continuações, o que decepcionou milhares de fãs no mundo inteiro. Um deles resolveu iniciar sozinho um remake do jogo chamado Ultimate Stunts, um projeto freeware.

Mais importante do que a realidade, o que conta num simulador divertido é a sensação de movimento, algum tipo de disputa e, em muitos casos, a possibilidade de melhoria e adaptação do veículo.

Simuladores realistas

Por outro lado, há outro tipo de simulador – aquele feito para ser o mais realista possível. É o caso de jogos como Flight Simulator, Nascar Racing e Formula One Grand Prix. Esses jogos conquistam o jogador que quer aprender detalhes do equipamento ou experimentar a sensação (ou o sonho não realizado) de pilotar um avião ou carro de fórmula um. Na verdade, alguns desses simuladores são tão realistas que também servem de treinamentos oficiais em academias do exército e aeronáutica, sendo esses órgãos um dos grandes financiadores de vários títulos do gênero.

O investimento do público não pode ser desprezado. Embora não muito numerosos, os jogadores desse tipo de simulador estão entre os que mais gastam para tornar a simulação real. É bom lembrar que o público desse tipo de jogo é geralmente composto por adultos, com recursos próprios, muitos dos quais fanáticos, seja por acompanhar um esporte envolvendo o veículo, seja por pilotá-lo também na vida real. Por isso, alguns controles chegam a custar mais de mil reais – por terem materiais especiais ou mesmo simularem a tração real através de um motor – e não é incomum encontrar na internet pessoas vestidas com uniformes das companhias aéreas e voando em cockpits inteiros que construíram dentro de suas casas.

Muitos simuladores também dão ao jogador editores que permitem melhorar diversos aspectos do jogo. Assim é possível ajustar os decalques do carro, aumentar os detalhes dos terrenos que serão sobrevoados ou mesmo construir veículos inteiramente novos. Existem na internet comunidades dedicadas exclusivamente a agrupar e distribuir essas modificações, como é o caso da companhia aérea virtual Ceaero, com diversos aviões e cenários brasileiros, e do projeto MeshX, com detalhes de terrenos de toda América do Sul. Também não é incomum encontrar simuladores com escalas naturais de tempo, onde cada minuto de jogo correspondendo a um minuto real; além de simulação de condições reais de clima, através de conexões online com serviços meteorológicos; e manuais dos veículos com termos técnicos e parâmetros oficiais. Enfim, podemos encontrar tudo o que é necessário para dar ao jogador o máximo realismo possível.

Personalização: Aviões e aeroportos nacionais Um exemplo de realismo extremo, mas que não se tornou um campeão de vendas, era o jogo Megafortress. Acompanhe o que tinha de ser feito apenas para levantar vôo com um bombardeiro B-52: Ligar a bateria, ligar as luzes interiores, acionar cada um dos oito motores, iniciar os cartuchos de ignição de cada um dos motores, desligar a bateria depois do funcionamento dos motores, ligar as luzes de navegação, ligar as luzes de pouso e decolagem, pressurizar o avião para níveis fora de combate, ligar a freqüência correta de rádio, descer os flaps, liberar o freio, ligar os oito motores (isso podia ser feito simultaneamente), puxar o manche, subir o trem de pouso, subir os flaps. Tudo isso, envolvendo trocar constantes do acento de piloto e do co-piloto. Definitivamente, o sonho de ouro de todo fanático.

Elementos de design

Inicialmente defina o grau de realismo de sua simulação e procure focar a equipe toda no que foi decidido. Faça testes constantes na jogabilidade, retirando ou colocando elementos de realismo, de acordo com a meta estipulada. Não esqueça de tornar o grau de realismo ajustável e que um alto grau de realismo também exige um grande poder de processamento.

Need for Speed - Efeitos de imagem para intensificar a sensação de movimento Em qualquer um dos tipos de simulador, a sensação de movimento é imprescindível. Desenhe na interface gráfica do jogo medidores como velocímetros, hodômetros, ou contadores de RPM. Faça o som dos motores reagirem de acordo. Os gráficos devem acompanhar também a movimentação, garantindo uma sensação realista. Uma das técnicas gráficas bastante utilizadas é usar texturas no asfalto que não sejam planas, e movimentar essas texturas de acordo com veículo. Marcas de derrapagem ou a possiblidade de soltar fumaça também adicionam um efeito interessante, pois permitem ao jogador visualizar as consequências do movimento de seu veículo.

Além do movimento, um veículo é também constantemente pressionado pelas mais variadas forças: atrito, força gravitacional, inércia, resistência do ar. É importante dar ao jogador um bom feedback dessas forças. Essa tarefa costuma ser mais fácil nos jogos de carros, pois o som da derrapagem, menor sensibilidade do volante e as marcas deixadas no asfalto são facilmente perceptíveis. Mas é um problema sério num jogo de aviões, onde existe pouco cenário e as forças gravitacionais são muito intensas. Não é incomum encontrarmos jogos que tentam remediar isso fazendo o piloto ficar sem visão por alguns segundos, ou simplesmente escrevendo mensagens na tela.

nascar-1 Quando for o caso, também deve-se tomar especial cuidado no projeto dos oponentes. Modele os motoristas de forma a terem caraterísticas conhecidas e bem definidas com tanto cuidado quanto se varia os veículos. Isso torna o jogo menos óbvio e mais empolgante para o jogador. Assim como nos jogos de esportes, questione se será possível ou não para o computador infringir regras e o quão frequente isso será. Numa corrida de formula um, pode ser interessante para o jogador visualizar uma ultrapassagem arriscada entre dois oponentes da IA que resulta em acidente no meio da corrida. Entretanto, o jogo pode se tornar frustrante de a corrida se resumir a perseguir o pace car.

Riqueza de detalhes em aspectos diferentes do veículo ajuda a melhorar a experiência de jogo, como no Flight Simulator X Tão importante quanto o veículo é também o ambiente em que ele atua. Procure dar características reais a pistas, ao cenário abaixo do avião, ou mesmo aos portos espaciais onde as naves pousarão. No caso de torneios reais, informe-se sobre regras e penalidades. Permita ao jogador configurar esse ambiente, dando a ele a possibilidade de eliminar não só regras, como também decidir o grau de realismo da física jogo. Mesmo entre os jogadores de flight simulator, há o jogador casual que quer simplesmente tirar bons screenshots.

Assim como nos jogos de esportes, lembre-se de colocar os custos de licenças em seu projeto. Não é possível usar imagens de veículos reais ao bel prazer. Por outro lado, vamos torcer para seu título ter sucesso suficiente para que você possa vender espaço de propaganda, e ter em seu cenário modelos de empresas reais que queiram se divulgar.

Técnicas de programação comuns

Para movimentação dos veículos na física, costuma-se usar uma combinação de física com grafos. O grafo serve para traçar sobre a pista uma “linha ideal”, ou seja, o local onde os carros devem correr para garantir a máxima performance possível. Essa linha serve de guia para o computador e geralmente é similar pela traçada por um ser humano experiente andando sozinho na pista.

Ultra-leve no Flight Simulator X: Scripts dão vida ao porta-aviões e orientam na hora do pouso Os veículos simulados também possuem uma série de máquinas de estados que descrevem situações como estar na pista ou fora dela, estar ou não com pouco combustível, estar ou não na mira de um foguete, etc. A maioria das máquinas de estados desses jogos, entretanto, costumam a ser bastante simples e direta. Faz parte da pilotagem de um veículo a simplificação do uso pois na vida real essa característica também implica em segurança.

Sistemas de scripts também são encontrados, especialmente em jogos com ambientes na vida real, tais como Grand Theft Auto Carmageddon. Neste jogo, scripts eram utilizados para definir como os pedestres fugiam de um motorista completamente insano: o jogador.

Helicópteros também podem ser pilotados em Flight Simulator X Alguns jogos tem centenas de tipos de carros ou aeronaves, cada um com dezenas de configurações diferentes. Por isso, alguns fabricantes também investem em algoritmos genéticos para que o jogo descubra e refine as configurações de cada um deles. Se aplicada corretamente, essa técnica dá ao jogador a experiência de ter oponentes que aprendem com ele e pode ser bastante interessante. Ele também notará que um indivíduo que considerava um oponente fraco numa instalação do jogo, pode ser muito forte em outra.

Um bom motor de física também é fundamental para o jogo. Ajuste as características desse motor para dar mais ou menos realismo, de acordo com a experiência de game play desejada.

Finalmente, use a técnica de sistemas de mensagens. Ela pode transportas eventos físicos, informações de percepção – visão, audição ou mesmo sensações da IA, e informações sobre a prova.

Últimas recomendações

Se você está projetando um simulador é imprescindível adquirir um controle adequado. Não despreze esse investimento, pois ele é muito importante para o jogador. Se possível, suporte controles modernos e caros.

Ficção e Realismo em X-Wing versus Tie-Fighter.  Será que um dia teremos naves assim?Jogue jogos do gênero que você pretende simular e se possível conheça os veículos reais ou converse com profissionais da área. Procure também visitar fã-clubes e entender a motivação e a empolgação por trás dos veículos. Cada veículo e cada modalidade tem um tipo de público diferente, com gostos diferentes.

Finalmente, se estiver projetando um simulador de naves, ou algo inexistente, procure ler livros de ficção científica e conversar com engenheiros e técnicos, para dar verossimilhança. Simuladores assim nunca serão reais, mas não é por isso que devam parecer absurdos. Convencer o jogador de que um dia existirão naves assim é parte do desafio.


Comentários (4)
  • Raphael  - Simuladores de carro de fórmula 1
    avatar


    Olá Vinícius, boa noite!

    Necessitamos de alguns simuladores de fórmula 1 para locação em evento.

    Você saberia nos informar um bom fornecedor como em sua matéria que trouxesse o maior realismo possível?

    Necessitamos integrá-lo a um jogo.

    Fico no aguardo de um contato com urgência.

    Um abraço

    Raphael

  • Paulino G  - Jogo simulador
    avatar

    Fala ae garela,quero cria meu proprio simulador de caminhao,oq e necessariuo?oq fazer?como fucionar?me ajuda ae tudo que eu tenho que saber antes do mesmo..

  • Bruno Crivelari Sanches
    avatar

    Depende do que você sabe e de como pretende atuar.

    Se quer programar, basicamente tudo necessário para um jogo comum mas uma boa dose de conhecimentos do funcionamento de um caminhão para simular um. É claro depende também do grau de realismo que você quer simular.

Escrever um comentário
Your Contact Details:
Gravatar enabled
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch::(:shock:
:X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):S:!::?::idea::arrow:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
LAST_UPDATED2  

Busca

Linguagens

Twitter